logo-gourmet-2
Treinamentos
15 de abril de 2017

Curiosidades , histórias e lendas da Gastronomia

home_recipes_gallery3

O imperador Dom Pedro II adorava canja de galinha, Leonardo Da Vinci, pode ter sido o precursor do guardanapo, e o aceto balsâmico recebeu esse nome em alusão a seu uso medicinal, séculos atrás. Essas e outras peculiaridades da culinária estão na obra de Roberta Malta Saldanha, que, por meio de passagens históricas, revela curiosidades, hábitos de alimentação e termos culinários, proporcionando ao leitor um panorama sobre a evolução da arte da gastronomia.

Saudações  A  Renato Araujo  supervisor  de eventos Nobile suites del Rio Petrolina

você  sabia ?

Qual é o restaurante mais antigo do mundo?

Eleito pelo Guiness Book, o restaurante mais antigo do mundo fica em Madri, na Espanha. Fundado em 1725, o Sobrino Botín (antigamento chamado de Casa Botín) foi criado como estalagem e, desde então, foram feitas várias reformas para ampliar e atender a demanda de clientes, mas até hoje o estabelecimento está funcionando em um prédio de quatro andares sem modificar seu aspecto característico. A especialidade da casa é comida castelhana, como assados de cordeiro e leitão.

Como o grão de milho vira pipoca?

Além de seu material genético, o milho é composto de água e amido. Quando o grão é colocado na panela ou micro-ondas, a água vira vapor e empurra a casca. Ao mesmo tempo, o amido aumenta de tamanho, deixa de ser sólido e fica com consistência de gelatina. A pressão é tanta que a casca estoura e, em contato com o ar, a “gelatina” se solidifica, formando a pipoca.

Resultado de imagem para IMAGEM DE MELPor que o mel nunca estraga?

Há dois motivos fundamentais para que o mel nunca estrague: pouca água e muito açúcar. Como essa é a única fonte de energia das abelhas, elas precisam que o alimento seja bem resistente e dure até que as flores fiquem cheias de néctar novamente. Por isso, esses insetos tiram o máximo de água do mel e a baixa umidade ajuda a conservar o produto. “Além disso, as leveduras, microorganismos responsáveis por estragarem os produtos, não sobrevivem em ambientes com elevada concentração de açúcar – e 90% do mel é composto por açúcares”, explica Roberta Saldanha.

 Foto: Getty Images

Existem comidas afrodisíacas?

Alguns casais apostam em jantares e lanchinhos caprichados na tentativa de esquentar o clima, mas a verdade é que não existem alimentos com propriedades afrodisíacas. “Alguns alimentos tem comprovação energética, melhorando o desempenho em atividades físicas, como guaraná, catuaba, chocolate e amendoim. Ou seja, não é que os alimentos energéticos são estimulantes sexuais, mas podem proporcionar mais energia na prática sexual, já que também se trata de uma atividade física”, explica a nutricionista Tereza Cibella.

Qual a diferença entre aguardente, pinga e cachaça?

Há quem generalize, mas cachaça, pinga e aguardente não são a mesma coisa. De acordo com Roberta Saldanha, a aguardente é uma bebida de alto teor alcoólico, obtida por destilação de cereais, frutas, raízes, sementes, tubérculos, canas-de-açúcar, castanhas, vinhos, plantas, melaços ou gramíneas.

A cachaça é um destilado feito da borra ou do melado da cana-de-açúcar. Seu nome pode ter vindo da velha língua ibérica cachaza (vinho de borra), um vinho inferior bebido em Portugal e Espanha. Já a pinga é fabricada com base na garapa e caldo de cana fermentado. Durante o processo de destilação em alambique, o vapor se condensa aos pingos, o que explica a origem de seu nome.

Por que alguns alimentos cozidos ficam duros e outros moles?

Isso ocorre devido à quantidade de proteína presente no alimento. Por exemplo, em carnes e ovos, durante o cozimento, os aminoácidos vão se quebrando e construindo ligações mais fortes, dando ao alimento a forma mais rígida. Já os grãos, como o arroz, possuem pouca proteína e mais carboidratos e o calor do cozimento dissolve esse carboidrato, deixando o alimento mais mole.

É verdade que o tomate e a azeitona são frutos?

Sim. Por costume, é natural que as pessoas associem frutos a alimentos doces, mas essa não é uma regra. Presentes em saladas, o tomate é o fruto do tomateiro e a azeito é o fruto da oliveira.

Como foi inventado o cachorro-quente?

Ninguém sabe ao certo como surgiu a combinação de pão, salsicha e catchup, mas a história mais antiga, de 1852, é de que um açougueiro de Frankfurt, na Alemanha, decidiu batizar as salsichas que fabricava com a raça de seu cão, chamado de “dauchsund sausage”. A invenção fez sucesso em nova York e, em 1906, Harry Mosley Stevens resolveu vendê-las quentinhas dentro de um pão para quem fosse assistir aos jogos de beisebol. Logo, a ideia ganhou o nome conhecido até hoje: hot dog.

Qual a diferença entre diet e light?

Light quer dizer redução e diet quer dizer isenção, segundo a nutricionista Mariana Braga Neves. Assim, todo produto light tem que ter pelo menos 25% de redução de um ingrediente quando comparado ao original, que pode ser sódio, gordura, colesterol ou açúcar. “Para ser considerado light, o produto que quer ganhar o título tem que ter no máximo 75 calorias”, explica. “Nas prateleiras de supermercados, os produtos light mais comuns contêm redução de gordura e por isso acabam se tornando menos calóricos e mais indicados para dietas, mas nem sempre um produto light quer dizer menos calorias”.

É verdade que o macarrão gruda se não colocar óleo no cozimento?

Não. Na hora de preparar o macarrão, algumas pessoas têm o costume de colocar algumas gotinhas de óleo para que os fios não grudem, mas essa ideia não passa de um mito. De acordo com Zenir Dalla Costa, isso não influencia na textura porque óleo é mais leve e fica na superfície da panela. “Para que o macarrão não grude, é necessário apenas cozinhá-lo em água suficiente, aproximadamente 1 litro para cada 100 g de massa”, aconselha a coordenadora dos cursos de gastronomia do SENAC

 

Por que é mais rápido cozinhar miojo que macarrão?

O que explica o preparo rápido do miojo é o pré-cozimento. O macarrão instantâneo é feito com a mesma massa do tradicional, mas em sua fabricação ele é cozido, frito e conservado. Com isso, o miojo chega semi-pronto ao fogo e pode ir para o prato em três minutos. Tudo bem, pode ser prático, mas apesar de mais rápido, esse processo deixa o produto final mais calórico para o consumo.

Quem inventou o panetone?

Não se sabe ao certo a origem do panetone, já que existem três versões passadas na Itália. A primeira é de que o doce surgiu em 900 pelas mãos de um padeiro chamado Tone – daí o nome “pane-di-Tone”. A segunda é de que o primeiro duque de Milão, Gian Galeazzo, criou o produto para as premiações ducais em 1395. Por fim, a terceira, que teria acontecido entre 1300 e 1400, conta que o italiano Ughetto começou a trabalhar em uma padaria para ver sua amada Adalgisa, filha do dono. Ele inventou o panetone, deixou o sogro rico e conseguiu se casar com a mulher da sua vida.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *